Advocacia, Consultoria e Assessoria Jurídica
Tributário, Empresarial, Civil e Trabalhista Patronal
ARTIGOS E NOTÍCIAS
ZEZINHO, O PRIMEIRO...

PUBLICADO EM 28/05/2020

ZEZINHO, O PRIMEIRO...

 

                                                                   José Carlos Buch

 

Este artigo foi originariamente publicado em fevereiro de 2005, no então jornal Noticia da Manhã. Está também reproduzido às fls. 187 do meu livro “Pessoas de estória e história de pessoas”. Nesses dias de tanta apreensão, afastamento social, mortes pelo Covid-19, mas também  de muitas iniciativas notáveis de amor e solidariedade, vale a pena republicá-lo, após passados quinze anos. Vamos a ele! –  As mais de trezentas e cinqüenta pessoas que tiveram o privilégio de participar do impecável e irreparável “Baile do Centenário do Rotary”,  no último dia 25(fevereiro de 2005), no Clube de Tênis de Catanduva,  se emocionaram e, muitos aplaudiram de pé o filme instituticional mostrando o projeto “Dr. Sara & Cura”, realizado com muito profissionalismo e esmero pelo Ernestinho da Provideo e que termina com a dedicatória – “Este filme é dedicado a José de Almeida Leite, “ZEZINHO(1994 -  2003), a primeira criança a receber a visita dos voluntários do projeto “Dr. Sara & Cura” e eleito mascote do projeto”,  tendo ao fundo a foto do Zezinho. Mas, afinal quem foi Zezinho e o que ele representa para os voluntários do projeto “Dr. Sara & Cura.”? Sua história é singela como singela foi a sua curta existência entre nós, apenas 9 anos. Ao nascer,  em dezembro de 1994, foi abandonado pelos pais, provavelmente em face ser portador de hidrocefalia. Adotado, sobretudo, pelas enfermeiras da pediatria do Hospital “Padre Albino” acabou ganhando seu berço, seus brinquedos e seus parcos pertences,  alojando-se num cantinho improvisado na parte dos fundos do posto de atendimento localizado no segundo andar. Ali, cercado de muito, mas muito carinho, contemplava seu pequeno mundo que não ia além das paredes do velho nosocômio. Em 12 de maço de 1998,  quando os voluntários do projeto “Dr. Sara & Cura” pela vez primeira adentravam a pediatria do hospital, depararam com Zezinho, então com pouco mais de três anos de idade. A empatia foi recíproca. Os olhinhos luminosos e o semblante alegre  do Zezinho diziam mais do que as palavras que ele nunca conseguiu pronunciar. Nascia aí uma relação de cumplicidade e  magia  que transcendem à lógica e o explicável e   que perduraria até o momento que alguém inexplicavelmente tomou a iniciativa de remover o Zezinho para uma outra cidade, para um hospital que se dizia dotado de ambiente mais arejado e confortável. De lá,  pouco mais de seis meses depois Zezinho retornou num pequeno caixãozinho branco. Quem o viu pela última vez  afirma que parecia um anjo a dar adeus àqueles que o acolheram na sua breve existência. Quem determinou a transferência para outra cidade, provavelmente desconhecia que o Zezinho, muito mais do que um local arejado e confortável,  dependia de um lenitivo essencial, insubstituível e indispensável para a sua subsistência composto de dois ingredientes básicos - carinho e afeto - e estes só eram encontrados em Catanduva, irradiados das enfermeiras que o cercavam na pediatria do HPA e produzidos pelas brincadeiras dos voluntários do projeto “Dr. Sara & Cura”.   O Zezinho não deixou somente  saudade, porque a saudade se esmaece e acaba esquecida nas prateleiras do tempo. Deixou, sobretudo, o compromisso de que, não faltará um pouco de alegria aos “Zezinhos” e “Mariazinhas” internados na pediatria do hospital “Padre Albino”, enquanto o projeto “Dr. Sara & Cura” existir. E,  ele certamente haverá de existir por muito tempo.      

P.S. Este vetusto artigo presta homenagens ao Rotary Norte, instituidor e mantenedor do projeto; Ricardo Oliveira, coordenador do projeto e, principalmente aos voluntários do projeto “Dr. Sara & Cura”  exemplo de trabalho humanitário e de cidadania,  que,  no último dia 12 de março,  completou 22 anos de existência e que já atendeu algumas dezenas de milhares de crianças.

                                                                                                                                                                www.buchadvocacia.com.br

                                                        buch@buchadvocacia.com.br

 

 

 

                  

LEIA OUTROS ARTIGOS E NOTÍCIAS PUBLICADAS
O REPÓRTER E O MENINO POBRE
17/09/2020  |   LEIA MAIS
FRASES QUE DIZEM MUITO PARTE V
08/09/2020  |   LEIA MAIS
PROFESSORA NYLZA CARVALHO RANGEL
02/09/2020  |   LEIA MAIS
AFUÁ, UMA CIDADE DIFERENTE
24/08/2020  |   LEIA MAIS
MARIO, MENINO ENGRAXATE
20/08/2020  |   LEIA MAIS
CURIOSIDADES DOS ANOS 1600 A 1700
20/08/2020  |   LEIA MAIS
O DIREITO DE NÃO SER INCOMODADO
13/08/2020  |   LEIA MAIS
OURO PARA O BEM DE SÃO PAULO
30/07/2020  |   LEIA MAIS
OURO PARA O BEM DE SÃO PAULO
21/07/2020  |   LEIA MAIS
ÓIA O TREM II
14/07/2020  |   LEIA MAIS
Copyright © José Carlos Buch Advogados Associados. Todos os direitos reservados.